For Honor é o melhor jogo de combate medieval já inventado, não há como começar uma conversa sobre For Honor sem botar isso na mesa. Além de realizar o sonho de muita gente por aí, colocar os mais famosos tipos de guerreiros para lutar em um mundo de guerra e sangue, o jogo traz um novo estilo de multiplayer com uma jogabilidade única! Vamos destrinchar as informações enquanto quebro a cabeça de vikings com minha alabarda.

O Jogo

O jeito mais rápido de explicar For Honor para uma pessoa que não sabe do que se trata é: “Um MOBA de ação em terceira pessoa”. Não se assuste, caro leitor que conhece a reputação desse estilo de jogo e o tipo de gente que ele atrai, respire fundo e continue lendo.

fh-screenshot-02-full_255373

For Honor é um hack n’ slash (segundo a Wikipédia) desenvolvido e publicado pela tão amada Ubisoft, responsável por algumas franquias como Assassin’s Creed e Ghost Recon, onde os jogadores podem encarnar guerreiros e guerreiras históricos em uma campanha singleplayerque explica o porque daquele mundo existir; batalhas multiplayer: que possui uma boa variedade de modos de jogo; e um “minigame” de disputa entre as três facções disponíveis.

 Modo História

Para não seguir o padrão de jogos multiplayer lançados recentemente (vocês sabem de quais estou falando), For Honor tem um modo história singleplayer  que ensina como usar cada classe das três facções.

for-honor-screencap_1280-0-0

A campanha é dividia em fases agrupadas em três capítulos, cada um focando um time, contando a história de vários personagens, batalhas e detalhes sobre o mundo em que aqueles lutadores se encontram.

Toda a campanha pode ser considerada um grande tutorial, mas a trama é interessante o suficiente para estar ali, e não só uma desculpa como diversos jogos de luta. Além disso, cada fase tem itens colecionáveis e podem ser jogadas em quatro dificuldades: fácil, normal, difícil e realista. Quanto maior a dificuldade e mais colecionáveis encontrados, você poderá desbloquear itens no modo multiplayer.

A única coisa ruim nisso tudo é que o jogo exige uma conexão constante com a internet, mesmo para o conteúdo offline, o que pode ser um problema.

Multiplayer

Claramente o foco do jogo, o modo online de For Honor traz novidades e muitas familiaridades, formando um estilo de jogo nomeado ‘the Art of Battle‘ (a Arte da Batalha). Toda batalha contra outro jogador, ou até mesmo contra um BOT, é friamente pensada e precisamente executada para fazer você sentir que não está apenas apertando botões e desviando de ataques, mas sim em um embate entre dois exímios guerreiros.

forHonor_Warriors_wip_v1

O combate é visceral, cada golpe, defesa e esquiva pode virar a partida. Tudo se resume em três direções de guarda (baixo esquerda, baixo direita e cima) em que o jogador pode atacar ou defender. Dependendo de sua rapidez, e muitas vezes de sua classe, você pode bloquear ou desviar ataques que vem de uma dessas direções e atacar o oponente onde ele não está defendendo. É bem simples, mas agora que a coisa fica complicada.

Pegando elementos de MOBAs, o jogo vem com 12 classes ou heróis (três disponíveis logo de cara) com uma arma, velocidade e estilo diferentes. Cada um deles possui habilidades especiais que podem ser montadas em loadouts e alteradas no menu. Assim como em um RPG, armas e armaduras podem ser compradas e melhoradas para conseguir atributos melhores (como estamina e defesa) e deixar sua classe com um nível maior. Somado a isso, todo herói tem combos únicos e específicos, dando uma “personalidade” para cada um deles.

Por fim, o multiplayer tem cinco modos de jogo: Duel (um simples duelo entre jogadores ou um BOT), Brawl (eliminação dois contra dois), Elimination (eliminação entre dois times), Skirmish (disputa de pontos por eliminação) e Dominion (disputa por bases). Derrotar e/ou executar o inimigo tem um papel importantíssimo e todos os modos, pois cada eliminação dá pontos e mortes tira pontos.

Guerra de Facções

Uma das funções no multiplayer de For Honor é o “minigame” Faction War (Guerra de Facções), onde cada jogador escolhe entre três times: Cavaleiros, Vikings ou Samurais; e a cada partida, o jogador receberá pontos que podem ser usados para atacar ou defender territórios no mapa do mundo de For Honor. Esse modo é divido em turnos (que duram algumas horas), rodadas (que duram semanas) e temporadas (que duram meses). Na data de publicação deste post, estamos no segundo round da primeira temporada (os malditos vikings ganharam o primeiro round…).

maxresdefault

Essa disputa não é restrita à plataformas, ou seja, jogadores do time dos cavaleiros no PS4, Xbox One e PC estão se ajudando na disputa de territórios. Isso faz com que a competição ganhe uma escala ainda maior e que a comunidade se una e esqueça, pelo menos um pouco, que o Playstation 4 é a melhor plataforma de videogame que existe (sim, editorialismo da mídia manipuladora até aqui).

Veredito

Tirando alguns problemas nos servidores e da exigência de conexão constante, For Honor é, de longe, o melhor jogo competitivo multiplayer dos últimos anos. Alguns elementos podem não agradar a todos, como o fato de samurais saberem invocar super arcos e flechas ou da honra simplesmente não existir no calor da batalha, mas o foco ainda é o combate armado corpo a corpo.

fh-screenshot-07-full_255335

O jogo já tem DLCs anunciadas, mas nada que prive quem não comprar de jogar com os outros. O combate é feito para recompensar quem joga melhor ou sabe usar melhor a  classe escolhida e não quem tem mais dinheiro pra comprar melhores equipamentos.

Se você gosta de jogos competitivos online que envolvem habilidade e estratégia, For Honor é um jogo para você. E caso não seja cavaleiro, não tem problema, todos tem o direito de estarem errados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui