Durante o primeiro dia da SDCC 2017 tivemos um anúncio que surpreendeu a todos que assistiram o painel da Fox. O showrunner de Legion, Noah Hawley, disse que está trabalhando em um filme do Doutor Destino. A Fox não teve sucesso em 2015 com Quarteto Fantástico, que contou com a presença do vilão. Portanto, seria essa a chance do estúdio em finalmente acertar com a franquia?

Para quem assiste Legion, sabe que a proposta da série é bem diferente de outras produções de super-heróis. Com isso, essa pode ser a chance dos fãs assistirem o filme do Doutor Destino que tanto queriam. Poderíamos ver pela primeira vez nos cinemas a introdução de Latvéria, nação governada pelo personagem nos quadrinhos.

Além da Fox, outros estúdios já estão com planos de produzirem filmes solos de vilões. Um deles é a Sony, que pretende fazer uma história de horror contanto a origem de Venom. Não sabemos ainda como isso será feito, já que não teremos a participação do Homem-Aranha, que é fundamental para a trama. Provavelmente teremos uma origem diferente, focando na ligação entre Eddie Brock e o simbionte.

Provavelmente teremos Ruben Fleischer (Zumbilândia) na direção e a dupla Jeff Pinkner e Scott Rosemberg como roteiristas. Além disso, o longa será protagonizado por Tom Hardy, que viverá Eddie Brock. Ele conta até mesmo com uma data de estreia, que será no dia 5 de outubro de 2018. Isso demonstra ser um projeto já avançado pela Sony, resta saber se ele dará certo ou não.

Tom Hardy is Eddie Brock in #Venom, the upcoming film from Sony’s Marvel Universe releasing October 5, 2018 – production starts this fall.

Uma publicação compartilhada por Sony Pictures (@sonypictures) em

Não só por parte da Marvel, mas a DC também está envolvida com filmes estrelando antagonistas, até porque ela foi a responsável por levar Esquadrão Suicida aos cinemas. Agora, o plano é fazer sua sequência se tornar realidade, sendo o próximo a entrar em produção depois de Shazam. E por falar no herói, recentemente foi confirmado que ele não contará com seu vilão, pois esse também estrelará um filme solo.

Com todas essas informações citadas acima, está claro que filmes protagonizados por antagonistas está se tornando tendência em Hollywood. Isso não é tão incomum quanto parece se pensarmos no sucesso que o anti-herói Deadpool fez. Além de ser um sucesso de crítica, ele teve uma ótima bilheteria, levando em conta seu orçamento. Agora, o Mercenário Tagarela vai ganhar uma sequência em breve, dessa vez com a presença de Cable e Dominó.

Inverter a lógica de protagonista e antagonista não é uma tarefa fácil, muito menos fazer com que um vilão consiga tanto apelo e carisma de um público quanto um herói. Dependendo do personagem, pode ser que ele seja mais popular que o mocinho, mas antes disso é preciso tomar cuidado com a dependência que ele tem do personagem principal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui