A Disney e a Marvel Studios estão firmes na decisão de não restabelecer James Gunn como diretor de Guardiões da Galáxia Vol. 3. A decisão foi tomada após uma reunião entre Gunn e Alan Horn, presidente do estúdio – as informações são da Variey.

Horn decidiu fazer uma reunião de cortesia na terça-feira, dia 14, para checar a possibilidade de Gunn voltar à franquia. Embora a reunião tenha sido descrita como civil e profissional, fontes afirmam que o presidente do estúdio manteve a decisão de não reintegrar Gunn como diretor.

A demissão de James Gunn aconteceu após uma polêmica envolvendo tweets antigos do diretor, que envolviam piadas sobre estupro e pedofilia. Ele já se pronunciou sobre o caso, pedindo desculpas.

Chris Pratt, Zoe Saldana, Dave Bautista e outros atores do elenco pediram, através de uma carta aberta, que Gunn retornasse no cargo de direção.

Guardiões da Galáxia Vol. 3 deve chegar em 2020 nos cinemas e segue sem diretor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui