Peyton Reed, diretor de Homem-Formiga e a Vespa, deu uma entrevista ao ComicBook explicando porque é tão importante para Hope (Evangeline Lilly) encontrar Janet Van Dyne (Michele Pfeiffer) no Reino Quântico:

“[…] Sendo Homem-Formiga e a Vespa é muito importante contar essas duas histórias separadamente e investir em cada uma das jornadas destes personagens, e uma das grandes coisas do filme é o que está acontecendo com Hope. Ela está frágil. […] A missão que está acontecendo com ela, sem ser combater a vilã Fantasma, é completamente separada de Scott. É vital e não é do pai dela. É dela. Hank e Hope estão trabalhando juntos, mas Hope é quem está no comando […]
O que isso significa para Hope? […] Se agora ela é uma verdadeira heroína e você está numa posição como essa, você tende a procurar mentores ou modelos e a pessoa que ela gostaria de se espelhar não está lá. Hank pode fazer alguma coisa. Scott pode ser um modelo do que talvez não fazer o tempo inteiro, mas a pessoa que ela idealmente queria não está lá. Esse foi um aspecto bem importante do filme”.

Paul Rudd e Evangeline Lilly retornam nos papéis principais. As novas adições incluem Michelle Pfeiffer como Janet Van Dyne, a Vespa original; Lawrence Fishburne como o Doutor Bill Foster, o Golias; Walton Goggins como Sonny Burch; e Hannah John-Kamen como a vilã Fantasma.

Homem-Formiga e a Vespa tem estreia marcada para 5 de julho nos cinemas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui