Recentemente, a Netflix revelou que The OA não ganharia sua terceira temporada, sendo cancelada com um final aberto e desagradando os fãs. Porém, esta não é a primeira e nem a última vez que isso acontece, sempre gerando o mesmo descontentamento. Separamos abaixo uma lista com as séries originais canceladas este ano, somando mais de uma por mês.

Travelers

O primeiro cancelamento do ano pela Netflix foi a série Travelers. O anúncio foi feito pelo ator Eric McCormack, que agradeceu aos fãs e disse que "não sabe o que o futuro reserva". Por enquanto, ainda não há informações se a série voltará para a quarta temporada em outra plataforma.

O Justiceiro

Após o anúncio de que a Disney lançaria seu próprio serviço de streaming, as produções da Marvel em parceria com a Netflix começaram a ser canceladas aos poucos. Depois de Punho de Ferro, Luke Cage e Demolidor, os fãs já sabiam que O Justiceiro teria o mesmo fim. A notícia veio em fevereiro, um mês depois do lançamento da segunda temporada da série.

Jessica Jones

Junto com o cancelamento de O Justiceiro, Jessica Jones teve o mesmo destino das séries da Marvel produzidas em parceria com a Netflix. Neste caso, o anúncio de que ela não seria renovada aconteceu antes do lançamento da terceira temporada.

Friends From College

Na mesma época, o cocriador de Friends From College, Nicholas Stoller, publicou no seu perfil no Twitter que a série havia sido cancelada pela Netflix após duas temporadas. Os fãs ficaram frustrados com a notícia, principalmente pelo gancho para o terceiro ano.

Nightflyers

Apesar do canal Syfy ser o responsável pelo cancelamento de Nightflyers, o seriado entra nesta lista porque a Netflix assina como coprodutora, sendo divulgado como uma série original da plataforma. Um dos grandes nomes à frente do projeto era George R.R. Martin, conhecido principalmente por Game of Thrones. Mesmo assim, não foi o suficiente para o seriado vingar, sendo cancelado depois da primeira temporada.

One Day at a Time

Um dos cancelamentos mais dramáticos da Netflix aconteceu em março. A produção One Day at a Time não foi renovada para sua quarta temporada por conta da baixa audiência, gerando um grande descontentamento pela engajada base de fãs nas redes sociais. No comunicado, o serviço de streaming ainda disse que "a escolha não foi fácil", e até o chefe de conteúdo da Netflix, Ted Sarandos se manifestou. Felizmente, em junho, recebemos a notícia de que o seriado voltará para mais 13 episódios na emissora Pop TV. A estreia está marcada para 2020, sem previsão para o Brasil.

Santa Clarita Diet

Santa Clarita Diet

Em abril, o cancelamento da vez foi Santa Clarita Diet, mesmo com um gancho no final do terceiro ano. Inicialmente, o criador Victor Fresco pretendia fazer cinco temporadas.

Chambers

Estrelada pela premiada Uma Thurman, Chambers teve o mesmo fim que Nightflyers, deixando de ser renovada para a segunda temporada. A informação veio em junho, em um comunicado da empresa agradecendo a showrunner Leah Rachel e toda equipe.

Ela Quer Tudo

Um mês depois, Ela Quer Tudo (She's Gotta Have It), do cineasta Spike Lee, também foi cancelada pela Netflix. A série era uma adaptação do filme homônimo de 1986 e teve apenas duas temporadas. Na época, haviam rumores de que Lee tentaria vender o projeto para outras plataformas, mas nada foi concretizado.

Tuca e Bertie

Outra produção que teve um fim prematuro foi a animação Tuca e Bertie, no final de julho. A série criada por Lisa Hanawalt e da mesma equipe técnica de BoJack Horseman teve apenas uma temporada.

Designated Survivor

Na mesma leva que a série anterior, a Netflix também cancelou Designated Survivor, de Kiefer Sutherland, após três temporadas. Esta foi a segunda vez que o seriado foi cancelado: a primeira aconteceu pela ABC após a segunda temporada, mas a Netflix conseguiu salvá-la para seu terceiro ano. Porém, desta vez o fim foi definitivo.

The OA

O caso mais recente de cancelamento aconteceu em agosto, com The OA. A série não será renovada para sua terceira temporada pela Netflix. Após a notícia, os fãs começaram a se manifestar no Twitter com a hashtag #SaveTheOA. Até o momento, não há informações sobre o retorno do seriado em outra plataforma.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui