Qual videogame era seu sonho de consumo quando criança? Atari? Super Nintendo? Playstation? Eu diria que para a atual geração seria o Nintendo Switch. Sua fabricante japonesa centenária está vivendo um dos melhores momentos de sua existência, e o console pode ser considerado o principal responsável por isso.

Switch tem outros concorrentes de peso, como o próprio Playstation 4 e o Xbox One, que sempre competiram entre si enquanto a Nintendo corria por fora com seus Wii. Agora está acontecendo o caminho inverso, pois o Switch está atraindo os olhares de sonystas e caixistas. Isso até faz sentido, já que enquanto Sony e Microsoft continuam fazendo o que deu certo, só que dessa vez melhores e, consequentemente, mais caros (sim, estou falando de vocês Playstation 4 Pro e Xbox One X), a Nintendo busca se reinventar a todo momento.

Aproximadamente nos últimos 10 anos a empresa japonesa decidiu apostar em uma nova forma de jogar videogame. Ela seria baseada em títulos para toda a família e que também ajudassem a fazer exercícios físicos, ficando conhecida como geração Wii. Ela chegou a dar certo por um tempo, até porque ninguém havia pensado em juntar videogame com atividades físicas antes.

Logo depois, a proposta foi abandonada pelos jogadores, e o console passou a ser jogado apenas em ocasiões especiais, como festas ou reuniões de amigos. Muitos não viam benefício em comprar um videogame naquele estilo e isso afetou negativamente as vendas, que não atingiram as expectativas.

A Nintendo não estava vivendo um dos seus melhores momentos, até que alguém teve outra brilhante ideia e conhecemos o híbrido de console de mesa e portátil, o Switch. Lançado em março deste ano, a procura foi grande logo nos primeiros dias, chegando a ser realmente difícil de encontrá-lo em lojas por ter suas unidades esgotadas. A partir daí, os números começaram a surgir.

Em seis meses, o console vendeu mais que o dobro das vendas de seu antecessor, o Wii U. Foram mais de 7,63 milhões de unidades vendidas, com expectativa de 14 milhões até o fim do ano fiscal da empresa. Enquanto isso, o Wii U nem chegou a esse número em cinco anos. De março a agosto, o Switch foi o videogame mais vendido dos Estados Unidos por quatro vezes. Na frente de quem? Exatamente, Playstation 4 e Xbox One.

A maior beneficiada com isso foi, obviamente, a Nintendo, cujas ações subiram 173% entre setembro de 2016 e 2017, chegando a ¥ 374 bilhões (aproximadamente R$ 10,7 bilhões). Com isso, elas quebraram recordes de março de 2008. O que atraiu tanta gente, e consequentemente tanto dinheiro, não foi só a proposta de console híbrido, como também os jogos. Então vamos a eles.

Junto com o Switch foi lançado o novo jogo de Zelda, que recebeu o nome de The Legend of Zelda: Breath of the Wild. Até o final de setembro, ele vendeu mais de 4,7 milhões de unidades, se tornando o jogo mais vendido do console. Ele ainda recebeu outros títulos como Pokkén Tournament DX, Fire Emblem Warriors, Just Dance 2018, FIFA 18, Splatoon 2, Mario+Rabbids: Kingdom Battle, ARMS e Mario Kart 8 Deluxe.

Outros títulos de peso também já foram confirmados para os próximos anos, como Xenoblade Chronicles 2, The Elder Scrolls V: Skyrim, Rocket League, os novos Yoshi e Kirby, Metroid Prime 4 e o próximo RPG de Pokémon. Mas por enquanto, o que mais fez barulho até agora foi o tão aguardado Super Mario Odyssey, que chegou a vencer a Gamescom Awards 2017.

A galera da Nintendo realmente tem boas ideias, e este jogo foi uma das melhores. “E se o Mario pudesse se transformar em qualquer coisa do cenário usando o chapéu?”. Partindo dessa premissa, em apenas três dias Super Mario Odyssey vendeu mais de duas milhões de cópias, se tornando o jogo da franquia e do Switch que mais vendeu em menos tempo nos Estados Unidos e na Europa.

Isso significa que neste exato momento, enquanto escrevo este texto, milhões de pessoas estão jogando Super Mario Odyssey, e eu não sou uma delas. O motivo? Bom, eu (ainda) não tenho um Nintendo Switch e respondendo a pergunta que abriu este artigo, ele é meu sonho de consumo atualmente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui